Arte
22 de setembro de 2010 por pontoeletronico

29ª BIENAL DE SÃO PAULO [PREVIEW]

Política e Arte se encontram na 29ª Bienal de São Paulo. E essa conexão é clara do começo ao fim do percurso pelo pavilhão. A clareza, nem sempre exigida na arte contemporânea exposta, é boa para duas coisas: contextualizar as obras, em entendimento ou apenas para interpretação do observador; e para nos situar no ambiente em que vivemos, que participamos, não só na situação atual na qual nos apresentamos – de eleições, mas para tentar de forma mais impactante – própria da arte – nos confrontar com os rumos do mundo. Não necessariamente nos conscientizar, mas promover a reflexão, mais politizada ou talvez até íntima, do nosso papel, das nossas escolhas, ou simplesmente de como também podemos fazer um manifesto, uma explanação, um desabafo. Se não serve para nada disso, no mínimo, servirá para contemplar o olhar. Porque essa Bienal está, felizmente, de inspirar – nem que de forma estética.

O título dado à exposição, “Há sempre um copo de mar para um homem navegar” – verso do poeta Jorge de Lima (1952), sintetiza que a dimensão da arte está contida nela mesma, e não no que está fora ou além dela. É nesse “copo de mar” – ou nesse infinito que os artistas teimam em produzir – que, de fato, está o incentivo para pensar adiante, para a política da arte.

O pavilhão é uma imensidão de intervenções do mundo todo, que é impossível de ser vista em apenas um dia, ou um dia lotado, como foi o caso de ontem à noite na abertura para convidados. Sugiro ir em um dia de semana ou deixar passar o mês de abertura para ir em um momento calmo, mais silencioso e prazeroso. Mas recomendo. É quase uma brincadeira, uma diversão. Um espaço de possibilidades e novas descobertas, em obras cada vez mais lúdicas, super interativas, sensoriais e atuais – mas, nem por isso, embasadas e inteligentes. Aposto com você que a sua visita vai ser um misto de vontade, com surpresas boas, com espanto, com curiosidade e, prometo, com uma parcela bem pequena de decepção.

Há ali desde artistas mais consagrados, como Hélio Oiticica e Jean-Luc Godard; super comentados, como o Gil Vicente, com suas obras quase proibidas em que “mata” autoridades mundiais; até registros da street art, com a pixação; totalizando 159 artistas e mais 6 terreiros – construções destinadas à criação, descanso e reflexão, concebidas a pedido da curadoria por arquitetos e artistas plásticos, gerando mais de 600 trabalhos.

A Bienal de São Paulo está madura, concisa e bem amarrada ao que propõe apresentar e, ao mesmo tempo, ainda guria, daquelas serelepes que apronta umas, sabendo que está fazendo bagunça, mas tem ainda essa permissão de aprontar, de ter espírito jovem e, porque não, até errar.

Para um prólogo de conversa – já que a Bienal para o grande público ainda nem começou, coloco aqui alguns primeiros registros (de qualidade baixa) via iPhone da exposição. As obras foram as que mais me chamaram a atenção e as que eu consegui, de fato, analisar – porque faltaram algumas, terei que voltar! E aí continuamos o papo, ok?

Vale lembrar que a 29ª Bienal está super bem conectada com tudo:
Site.
Twitter.
Facebook.
Aplicativo via Itunes.
(o download do aplicativo dá acesso às imagens e sinopses de obras dos artistas participantes da Bienal e ainda vídeos e áudios relativos às suas biografias e percursos artísticos).

29ª Bienal de SP
22, 23 e 24 set – visitas especiais a educadores conduzidas pelos coordenadores do Projeto Educativo, preparação aos professores para a visita à exposição com seus alunos. O agendamento pode ser feito pelo telefone 11 3883 9090 ou por e-mail: atendimento@divertecultural.com.br
25 set – 12 dez, 2010 – grande público
Parque Ibirapuera – Portão 3
Entrada gratuita

Horários de funcionamento
De 2ª a 4ª feira: das 9 às 19h.
5ª e 6ª feira: das 9 às 22h.
Sábado e domingo: das 9 às 19h.

Contato
bienalsp@fbsp.org.br
11 5576.7600

2 comentários para 29ª BIENAL DE SÃO PAULO [PREVIEW]

  1. Pingback: 29ª BIENAL DE SÃO PAULO [PREVIEW] « Intervenções

  2. Pingback: Opinei « PONTO ELETRÔNICO

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>