Comportamento Tecnologia
25 de março de 2011 por marimessias

Internet é amor

Duas coisas muito legais que li hoje sobre internet e comportamento.

A primeira, dica da @nandaobregon, fala sobre a tendência da rede se tornar uma coisa cada dia menos coesa. Antes de ser ruim, é libertário. Lembro que anos atrás eu e meus amiguinhos anarcoqualquercoisa nos reuniamos num restaurante palestino daqui para debater o futuro do universo e esse era um tema recorrente. Como o controle crescente eventualmente levaria a rupturas. Além disso, tem aquela palestra incrível do Eli Parizer no TED desse ano sobre o quanto a adaptabilidade da rede a cada usuário muda o conceito de uma rede universal.

Mas, antes de achar que isso é um fim da internet, acho que é um processo evolutivo, longo, que sentimos inclusive nas redes sociais, com suas filtragens de pessoas com as quais podemos nos relacionar (amigo do amigo), coisa que os primórdios da internet desconheciam.

Então, vale muito a pena ler Internet or Splinternet? e me chamar no Skype pra debater a idéia. Ahahaha.

O segundo texto é do Observer, sobre como a internet tem diminuído a libido da nova geração de novaiorquinos. Chorai, modernidade:

Sex is antithetical to the way they socialize, disruptive to the larger plan, a gateway to chaos in a digitally ordered world.

Um comentário para Internet é amor

  1. Pingback: Internet é amor « PONTO ELETRÔNICO | ZiiPe

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>