Educação Tecnologia
25 de novembro de 2011 por marimessias

Don’t Go Back to School

A Kio Stark abandonou a graduação, virou escritora e agora dá aulas na NYU. Ela diz que muita gente conversa com ela sobre se deveria ou não voltar a estudar e a conclusão dela é que, a menos que tu decida trabalhar em uma profissão que precise de diploma, normalmente é melhor não voltar.

Incrivelmente ela diz que os autodidatas criam maneiras mais eficazes e práticas de aprender e desempenhar seus trabalhos.

A Kio tá com um projeto de livro no Kickstarter, chamado Don’t Go Back to School. No livro ela promete apresentar suas teorias e métodos para aprimorar a vida dos evadidos (adoro essa palavra). E pra melhorar, ela vai dividir as entrevistas que fez com muita gente que aprendeu sozinho (e deu dicas de como fazer). Entre os entrevistados foda estão: Cory Doctorow , Dan Sinker e Quinn Norton.

E aí, será que realmente estamos vivendo um mundo autodidata?

3 comentários para Don’t Go Back to School

  1. Nico disse:

    Pois então, realmente acho que estamos em um mundo um pouco mais autodidata, mas não sei se gosto disso não. É muita gente buscando ser self-made man, sabe? Aí tenho a sensação de que isso leva a um individualismo e narcisismo meio endêmico. Pode ser pessimista, mas sempre fico com a pulga atrás da orelha com um mundo muito autodidata.

    • marimessias disse:

      Te dizer que, por motivos óbvios, apóio o autodidatismo (omg, me devolvam o hífen). Mas um bom MESTRE e gente que dê o contraponto é sempre importante, né. Inclusive pra sair do umbigo e parar de se achar parâmetro pra Zeus. Hahaha. Mas aí acho que a questão seria, tipo, o quanto disso se encontra em um sistema de ensino formal?

    • Vinny disse:

      Concordo com você. Nesta discussão é preciso considerar também pelo menos 2 grupos: os que não vão voltar a escola porque são gênios e autodidatas e que realmente aprendem e querem aprender sozinhos (minoria da minoria da minoria) e aqueles que simplesmente não querem voltar e muito menos aprender sozinhos (maioria da maioria etc.). Venho de uma família de professores, este é um fato que cresce ano após ano. Autodidatas não são analfabetos ou “vagabundos”…

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>