Educação
10 de fevereiro de 2012 por marimessias

E-scola

Já fizemos muito fuzuê por aqui sobre os processos e progressos do ensino e do conhecimento. E se tu acha que estamos sendo exagerados ou ingênuos, atente pra essa tsunami de notícias similares.

Encabeçando a lista, vos conto que o primeiríssimo empregado pelo Google, Craig Silverstein, ta largando de mão essa vida de invasão de privacidade e levando suas bugigangas e conhecimentos pra Khan Academy. Pra quem não sabe, a Khan é uma ONG que tem por objetivo ajudar a melhorar a educação tornando universais seus conhecimentos/aulas.

Pra saber mais, se liga no vídeo ali de cima.

Na mesma vibe, o Sebastian Thrun, professor de Stanford, fundou sua própria Universidade online, chama Udacity. Os cursos começam dia 20 agora e, puts, vale dar uma olhada no site, eles tem muitas opções, mesmo.

Paralelo a isso, dessa vez falando de Instituições renomadas,  tanto o MIT quanto Stanford estão criando sua zona de aprendizado online. O que isso quer dizer? Em ambos os casos quer dizer que, ainda esse ano, muito mais gente vai ter acesso a informações riquíssimas em cursos online.

No caso do MIT, com o MITx, vão rolar até certificações. Sobre Stanford ainda se sabem poucos detalhes, fora que os cursos tão programados pra começar ainda esse mês ou no outro.

É legal isso de notar como os processos do ensino não passam só pelo meio, que é a internet, no caso. Mas também pela linguagem. E se a gente olhar bem pro horizonte e superar o fato de que a maioria dos cursos ainda são mais focados em exatas e feitos em língua inglesa, boto fé que rola ver um futuro onde ninguém mais vai acreditar que aprender, ensinar, estudar é um processo separado por castas.

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>