Ponto e Vírgula
08 de março de 2012 por marimessias

Mulheres que comandam

É, tamos sabendo que muita gente vê o dia da mulher como uma piada. Sem contar o pessoal que assiste certos programas de TV e acha que hoje é uma data para dar flores e enaltecer aquilo que eles chamam de feminilidade, lá. E isso, por si só, já poderia nos fazer pensar se o Dia Internacional da Mulher realmente perdeu sua importância política.

De toda forma, como não poderia deixar de ser, nós resolvemos enaltecer as mulheres em sua (nossa) long and winding road rumo a um mundo mais glorioso. Por isso reunimos não uma, mas sete mulheres que são muito foda e que ainda vão dar muito o que falar.

P.S: Martha Medeiros não entrou.

Kate Beaton

Nascida no Canadá e formada em história e antropologia, ela começou publicando suas HQs online em 2007, depois de sofrer pressão dos amigos. Um minuto de silêncio pra louvar a sapiência dessas amizades, pfv.

Com temática essencialmente histórica e literária, em 2009 ela se auto-publicou offline pela primeira vez e, em 2011, finalmente saiu por uma editora. Além do site, ela também tem postado uma série de rascunhos e variedades foda no twitter e no tumblr.

Só alegria.

Maíra Kubík Mano

A Maíra é uma jornalista fodona que estuda a relação entre a mídia e as mulheres. Doutoranda em Ciências Sociais pela Unicamp, ela já foi editora do Le Monde Diplomatique Brasil e editora-assistente da revista História Viva, além de escrever pra um monte de lugares.

Online, tu pode e deve seguir ela pelo twitter e acompanhar o blog que ela mantém, onde  também rola ler a dissertação de mestrado da Maíra, sobre a presença feminima nos meios de comunicação.

Maria Popova

Maria Popova é uma das rainhas da internet. Ela é editora do Brain Pickings, um dos sites mais maneiros que existem. Além disso, agora ela tem esse tumblr incrível, Explore, e um dos melhores twitters de que se tem notícia. E, pra mostrar que o tempo é relativo, ela ainda colabora com a Wired UK e com a Good.

Se tu quiser saber mais, aqui tem ela respondendo dez perguntas.

Julie Klausner

Ela é escritora, podcaster e comediante. Seu primeiro livro, I Don’t Care About Your Band, conta memórias e chama atenção, de um jeito malandro e engraçado, pra misoginia disfarçada de sensibilidade que temos consumido com o nome de romance.

O livro vai virar comédia da HBO, com Will Ferrell. O podcast da Julie, How was your week, está entre os 10 melhores do mundo, segundo a Rolling Stone. E tu ainda pode seguir ela no twitter.

Alexandra Moraes

Tu pode não ter te ligado pelo nome, mas a paulista Alexandra é a responsável pelo adorado o pintinho, uma tirinha online que fala da relação conturbada de uma mãe galinha e um filho pintinho.

Se tu ainda não conhece, aproveite essa rara oportunidade de vivenciar uma relação familiar disfuncional que não é tua.

Susan Cain

Autora do livro do momento, Quiet, Susan Cain abandonou a bem sucedida carreira de advogada a consultora para se dedicar a maior pesquisa científica já realizada sobre introvertidos.

E, quem diria, ela lançou uma nova onda de descolismo pra cima dessa galera, sempre tão marginalizada. E nós agradecemos muito por isso, claro.

Além do livro e de ter falado no TED e no Google, a Susan Cain também tem um blog, onde se dedica a restaurar a auto-estima dos introvertidos em um mundo cujo modelo de sucesso é a extroversão.

Birgitta Jónsdóttir

A Birgitta é uma parlamentar islandesa que luta pela liberdade de informação muito além do próprio quintal. Como voluntária do Wikileaks, ela teve um papel muito importante no vídeo Collateral Murder. Depois disso ela foi uma das intimadas pela governo americano a ter informações e tweets divulgados (o twitter recorreu e ganhou) e, recentemente, ela foi uma das responsáveis pela indicação do Bradley Manning ao Nobel.

O Bradley Manning, pra quem não sabe, é o soldado americano que foi preso depois de passar informações para o Wikileaks.

E é por essas e por outras que a Birgitta Jónsdóttir, com seus 44 anos de puro glamour, é um tipo de Barbie pra muita gente.

Um comentário para Mulheres que comandam

  1. Pingback: 10 grandes mulheres da ciência | Jardim Fortaleza - Guarulhos

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>