Box Tv Comportamento Tops
19 de junho de 2012 por Desirée Marantes

All Work and All Play

No final de 2010, a Box1824 lançou o vídeo “We all want to be young”, que fazia um mashup de filmes e músicas pop para falar da evolução do comportamento jovem desde os “Baby Boomers” até os Millennials, a geração jovem atual. O vídeo se converteu num viral e atingiu mais de um milhão de views em menos de 6 meses.
Após esta primeira experiência positiva e com o intuito de divulgar tendências que foram se desenhando a partir de estudos e pesquisas próprias, a empresa decidiu roteirizar e produzir: “All work and all play”, vídeo que utiliza a mesma linguagem já consagrada no anterior, porém com foco específico no jovem que está começando sua vida profissional, seus sonhos, aspirações e conceito de sucesso.
Através de filmes icônicos que retratam a cultura corporativa de cada geração, o vídeo traça paralelos sobre as motivações que fazem com que o jovem se identifique com a oferta de emprego e a maneira como as gerações se relacionavam com o espaço de trabalho e a carga horária destinada ao mesmo, o que acabou impactando a divisão entre trabalho e vida pessoal.  Diferente dos baby boomers que buscavam estabilidade em primeiro lugar e da geração X que pretendia ficar rico enquanto jovem, os millennials procuram opções profissionais onde possam associar suas paixões pessoais com o trabalho o que minimiza esta separação que era mais nítida nas gerações anteriores.
Além disso, através do vídeo é possível entender os fatores sociais e econômicos que impulsionaram a evolução das relações de trabalho, o que permite se posicionar de acordo com o panorama do mercado para os próximos anos.

About Desirée Marantes

Unicorn-in-chief

28 comentários para All Work and All Play

  1. Helga Kern disse:

    Ficou demais, pessoal!
    Parabéns!!!!

  2. Erich disse:

    Nossa, muuuito legal mesmo!

  3. Rita Cássia disse:

    Bem legal, o vídeo é uma grande ajuda a empresas, pais e professores que ainda não compreendem essa nova forma de trabalhar,onde uma idéia de alguém bem jovem o deixa milionário ou o contrário,quando alguém está recebendo uma remuneração menor mas fazendo o que tem paixão e satisfação,num conceito de sucesso mais particular .Interessante pensar como sociedade e mercado de trabalho encararão tudo isso.

  4. Eularino disse:

    O vídeo ficou fantástico. Ilustra algo que tenho dentro de mim, mas muitas vezes não consigo nomear ou explicar pra outras pessoas. Como publicitário, já vi mil estudos sobre baby boomers e gerações X e Y, mas esse, sem dúvida, é o que vai mais fundo, e o com o qual eu realmente me identifiquei como parte da geração Y. Genial, grande trabalho!

  5. Julio Camargo disse:

    Muito bom!
    Durante 2008 e 2009 desenvolvi uma pesquisa em Psicologia Social que tratava da relação entre trabalho e tempo livre. Um dos aspectos mais interessantes da pesquisa tratou justamente dessa transição da relação com o trabalho de uma geração para outra e do enfraquecimento dos limites entre trabalho, vida pessoal, relacionamento, lazer, consumo, etc, nos últimos anos.

  6. Pingback: unilegra – ilegra nas Universidades » Blog Archive » Você está fazendo o que você ama neste momento?

  7. Raquel Brust disse:

    parabéns a todos mais uma vez. vídeos como esse tem o poder de transformar nossa relação com algo que já estamos desenvolvendo. sigo mais confiante na busca pelo trabalho que alimenta o coração. obrigada galera. chorei e ri ao mesmo tempo!

  8. Alex Sernambi disse:

    hammmmmm!
    Muito bom.
    É como o encontro do homem de Neanderthal com o Homo Sapiens.

  9. Bruno disse:

    Video incrível, de verdade. E o ponto que o Rita Cássia tocou é importantíssimo!

    Parabéns pelo video

  10. Andrê Vinícius disse:

    Muito bom, mais uma vez a BOX 1824 detonando. E como uma menina aí de cima falou “o sentimento de não estar sozinho”, contagia e instiga. Já fiz questão de compartilhar com meus colegas de trabalho e Chefias, infelizmente alguns ainda tem dificuldade de entender essa nova forma de trabalhar… Ainda não estou fazendo o que amo, mas sei que falta pouco! Parabéns!

    ahh… Adorei as referências no final do vídeo, dessa vez dá para tentar adivinhar as músicas e os filmes e no final conferir se você acertou! ^^ Parabéns a toda equipe!

  11. Andrê Vinícius disse:

    Muito bom, mais uma vez a BOX 1824 detonando. Contagiante e instigante. Já fiz questão de compartilhar com meus colegas de trabalho e Chefias, infelizmente alguns ainda tem dificuldade de entender essa nova forma de trabalhar… Ainda não estou fazendo o que amo, mas sei que falta pouco! Parabéns!

    ahh… Adorei as referências no final do vídeo, dessa vez dá para tentar adivinhar as músicas e os filmes e no final conferir se você acertou! ^^ Parabéns a toda equipe!

  12. Júlia disse:

    Demais! Parabéns!
    Identificação a mil!

    Ótima trilha sonora tb!
    Podiam fazer uma playlist no Music.Box com as músicas do vídeo!!

  13. Mariana disse:

    Excelente vídeo. Mas é interessante notar como ainda não nos libertamos de algumas amarras características das gerações anteriores, já que alguns Millennials vivem o conflito de nem sempre ser possível juntar prazer, dinheiro e estabilidade. Esse acaba sendo mais um motivo do choque de gerações, com os pais exigindo dos filhos “um emprego decente” e os filhos nem sempre atendendo a esse modelo. A sociedade ainda valoriza mais o sucesso do que a realização pessoal, mas tomara que mude no longo prazo.

    Enfim, belo trabalho. Parabéns!!!

  14. Pingback: All Work and All Play – Box1824 | Follow the Colours

  15. Vivianni Ávila disse:

    Vídeo e pesquisa geniais, pelo alto poder questionável e reflexivo sobre os aspectos profissional e pessoal de nossas vidas, independente de idade, pelo quanto um influencia o outro, o quanto estão atrelados. Não coincidentemente, vi o vídeo hoje pela primeira vez na timeline do perfil do site colaborativo Catarse, no facebook. Assisti, me identifiquei imediatamente, compartilhei e postei: “Uma millennials assumida com 37 anos de muito orgulho por uma vida entre catarses e epifanias.” Porque é exatamente nesse ponto que me encontro: num autoagradecimento por me permitir viver catarses e epifanias. Mesmo nascido em 1975, ou seja, sou da geração X, e estando no mercado há mais de 10 anos, sou uma jornalista em transição profissional, e muito, muito feliz por me sentir uma millennial. O vídeo me fez sentir orgulho por estar no caminho certo, de mudanças positivas. Acreditar e correr atrás dos sonhos, do que nos faz sentido na alma, é a melhor sensação do mundo.

  16. Igor Matos disse:

    Olá Desirée,
    Achei muito interessante o filme sobre os Millenials, muito mesmo! Queria saber se você tem algum outro material além deste vídeo sobre este assunto. Vi o vídeo anterior de vocês, We all want to be young, e achei o máximo.

    Abs

    • Igor, não temos mais material que possa ser liberado. Mas mês que vem teremos uma semana aqui no ponto eletrônico só sobre esse assunto.
      Então aguarde entrevistas, infograficos, playlist, todas inspiradas nas relações de trabalho.

  17. Pingback: All Work and All Play « coletivo4

  18. Jj disse:

    Vídeo excelente! Fiquei curioso em saber que música toca mais ou menos no minuto 3:40 do vídeo. Se puder ajudar agradeço.

  19. isabel pommerehn vitiello disse:

    show de bola fernadinha, parabéns

  20. hit disse:

    qual nome da musica no tempo de 4 minutos

  21. Fabio Allves disse:

    Alguém da box pode nos passar a playlist das músicas do vídeo! Os leitores do MPH ficaram muito felizes com o vídeo e pediram… se não for muito… abraços

    Segue link: http://modaparahomens.com.br/2012/06/25/enjoy-we-all-want-to-be-young-e-all-work-and-all-play-box1824/#comments

    Abraços
    Fabio Allves
    editor do Moda Para Homens

  22. Suel Maciel disse:

    Excelente material!
    Para os que ainda estão por realizar o sonho de “Ser Mais Feliz Fazendo o que Gosta”, existe o trabalho de Reorientação Profissional (para aqueles que desejam ter nova oportunidade de encontrar uma profissão que lhes traga mais prazer).

    Carpe Diem

    Abçs
    Sueli Maciel – Transformare Psicologia

  23. Pingback: All Work and All Play | coletivo 4

  24. Pingback: All work and all play | Zeppelin Filmes

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>