Design Tops
10 de setembro de 2012 por Cris Bils

Bill Moggridge

Mais do que a admiração que eu tenho pelo trabalho do Bill Moggridge – como não, ele desenhou o primeiro laptop, criou o design de interação… e por aí vai – eu tenho um enorme respeito pela maneira com que ele conseguiu inserir o foco no usuário no processo de design, apresentar o design de interação à indústria de tecnologia e traduzir o design thinking para o mundo dos negócios.

Não estou me referindo ao “Design Thinking”, que está sendo uma expressão muito utilizada e um tanto quanto mal interpretada – me refiro ao design thinking o raciocínio dos designers, sua maneira de resolver problemas complexos e o valor que essa abordagem tem para a inovação de forma geral.

Em suas próprias palavras:

“Nossa intuição, nossa habilidade para sentir, nossa habilidade para entender sem poder explicar. Todas essas coisas são relativamente subjetivas e subconscientes. O que o design faz é agregar esses atributos no processo.”

Mais do que qualquer outra pessoa, Bill entendeu o grande valor da colaboração entre diferentes disciplinas e não só falou sobre isso enquanto trabalhava da sua maneira – o que tende a ser a regra por aí – ele usou a colaboração multi-disciplinar em todo o seu trabalho.

Além de seu incrível talento como designer e líder, ele possuía a humildade e carisma para comunicar de maneira clara e acessível os seus valores e conhecimento. Bill disseminou sua visão sobre a importância do design centrado no usuário por meio de livros, palestras e aulas – uma incrível contribuição para o design – e além disso aplicou em sua prática o que pregava.

Ele poderia ter focado seu conhecimento e prática exclusivamente no sucesso de sua própria empresa – o que fez incrivelmente bem – mas como um verdadeiro colaborador, ele também assumiu a responsabilidade pela disseminação do grande valor do design na vida e nos negócios.

http://www.youtube.com/watch?v=NHEA-jbo1aI

Nesse clip do filme Objectified, ele descreve alguns de seus valores – a atenção aos mínimos detalhes e a longevidade dos objetos – e seu grande insight sobre a necessidade do desenho da interação entre pessoas e tecnologia, o que deu início à disciplina do design de interação.

Não satisfeito em descrever sua própria prática e visão, quando escreveu seu livro Design Interactions, Bill convidou e entrevistou os 40 designers mais talentosos e influentes na área de interação para compartilhar sua prática e conhecimento. Isso demonstra muito da visão desse grande líder e apaixonado pelo design.

O mundo está menos rico sem ele por aqui. RIP Bill Moggridge.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>