Moda Música
15 de abril de 2013 por nina

O hino fashion da geração Y

Se você costuma acompanhar os novos artistas pop que aparecem no rádio e no top 10 da MTV já deve ter ouvido o som do Macklemore, um rapper de Seattle que estourou na Internet em 2012 com seu novo álbum, The Heist, que atingiu o 1º lugar na iTunes Store em sua primeira semana de lançamento. Uma verdadeira surpresa para um artista até então desconhecido pelo grande público.

O grande sucesso veio com o vídeo do single “Thrift Shop”, hoje com mais de 232 milhões visualizações no Youtube. Isso porque, além da batida e refrão chiclete, a letra egraçadinha desse rap explora a realidade da juventude atual que, em tempos de crise econômica e debates sobre a ética e sustentabilidade da moda, sabe usar a criatividade para criar um estilo que seja barato e singular. Um hino hipster que exalta a existência dos brechós e que é também um belo tapa na cara das marcas de elite e fast-fashions. Assista:

Hino hipster? Sim, o termo que começou a ser utilizado em Nova York no início dos anos 2000 é uma derivação da palavra “hip”, algo que pode ser entendido como inovador, trendsetter. A cultura hipster é marcada por tudo que é independente, alternativo, divertido, saudosista e non-mainstream. Autenticidade é palavra de ordem, exatamente o que a letra exalta.

Mas o rapper também tem músicas mais sérias que igualmente refletem as questões do nosso tempo. Nadando contra a maré do meio homofóbico do hip-hop, Macklemore apresenta seu apoio gay na música “Same Love”. Na letra, o rapper estimula o casamento homossexual (“No freedom till we’re equal – damn right I support it”), questiona o fanatismo religioso (“God loves all his children is somehow forgotten/But we paraphrase a book written thirty-five hundred years ago”) e cutuca o meio hip-hop (“If I was gay, I’d think hip-hop hates me … A culture founded in oppression/Yet we still don’t have acceptance for ‘em”). Confira abaixo o emocionante clipe desta música:

Bom, se você curtiu o cara tanto quanto eu e quer saber mais sobre sua música, clique aqui para assistar a um curta-documentário que apresenta um pouco sua biografia e o making-of do videoclipe “Thrift Shop”.

I’m gonna pop some tags…

2 comentários para O hino fashion da geração Y

  1. marimessias disse:

    Bah, hiphop exaltando brechó lembrou, claro http://youtu.be/3Iosg-_xFGA ( http://youtu.be/VNl9NoxEkiw )

    • Nina disse:

      Genial, Mari! Thrift Shop versão gueto brasilis! Amei.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>