Infográficos
13 de maio de 2013 por marimessias

Ocupa SP

Hoje inauguramos SOS SP, nossa semana especial sobre São Paulo. Durante toda a semana, que termina lá com a Virada Cultural, vamos falar dos processos de reapropriação (de hortas coletivas até arte de rua), de inclusão e de exclusão pelos quais a cidade vem passando.

E, se vocês me perguntarem, não tem como começar essa semana de um jeito mais legal do que com esse lindo infográfico, que tem arte da incrível da Niege Borges e consultoria de conteúdo do mestrando em Arquitetura e Urbanismo, Felipe Pissardo.

No infográfico percorremos a história das ruas de SP, do começo ao meio (como diria meu pai).  Então bora lá, e uma boa semana pra todos nós.

4 comentários para Ocupa SP

  1. Bruno Etchepare disse:

    Muito bacana o tema e o infográfico! Participei de um ciclo de palestras muito bacana recentemente, promovido por uma incorporadora nova que está preocupada em construir projetos que tornem a cidade melhor para as pessoas. Entre os temas abordados estava a responsabilidade do setor privado na construção dos espaços da cidade.

    Gostaria de divulgar aqui a petição criada por eles, que está publicada no site avaaz.org e reivindica incentivos na Lei de Zoneamento que possam ajudar a viabilizar construções melhores para a cidade. Entre os pontos levantados estão o incentivo à criação de comércio no térreo dos edifícios, abertura de jardins para a rua, a construção de edifícios próximos ao transporte público e a extinção de número mínimo de vagas por apartamento.

    Vejam a petição, vale a pena assinar! http://bit.ly/194Zu5p

  2. Há um tempo com a política do Kassab de limpeza geral das ruas não ví nenhuma legislação clara sobre a comida de rua na cidade. Sim acho que a vigilância sanitária vem fazendo muito bom trabalho em restaurantes e afins mas os traileres como pasteis (a 2a bandeira de nossa cidade depois da pizza) estão muito sumidos, todos trabalhando meio clandestinamente quando poderíamos mestar na vanguarda do street food como grandes metrópoles como NY.

    Se a valorização da comida de rua não esta em uma legislação em que possamos destacar nossas maiores qualidades culinárias e sim na tranformação destes eventos gourmets onde somente lá se há permissão para vender comida de rua favor refazer a sentença como A ELITIZAÇÃO DA COMIDA de rua.

    Desculpem o desabafo, só acho que trazer políticas claras para que a comida de rua possa reflorecer em São Paulo (*nas ruas) já merece uma atenção que possa criar um movimento em sí.

  3. Carla disse:

    Acho que uma coisa importante que está rolando na cidade e que não pode se deixar de trazer à luz é a discussão do Plano Diretor da cidade.
    http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/sp/2013-05-13/desafio-de-novo-plano-diretor-de-sp-e-tirar-do-papel-metas-asseguradas-em-2002.html

  4. Pingback: Ocupa SP conta a breve história da cidade « CIDADE BR

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>