Comportamento Ponto e Vírgula Tops
16 de maio de 2014 por Carla Mayumi

Jovens + Política + Sonhos

Quais são os sentimentos que vêm à sua cabeça quando você ouve a palavra “política”? É isso que a gente também quer saber.

Desde 2011 estamos aprofundando olhar sobre o jovem brasileiro e sua relação com o Brasil, buscando entender o jovem como um ser social e como o “espírito do tempo” que estamos vivendo. Quando aconteceram as manifestações na maior parte do Brasil em junho do ano passado, um sentimento novo se manifestou e nós ficamos inquietos com os pontos de interrogação que pipocaram por aí e também nas nossas cabeças. O que tudo isso quis dizer? O que a juventude brasileira quer dizer quando levanta cartazes dizendo que “saiu do Facebook” ou que “isso não me representa”? Qual o legado das manifestações nas mentes jovens que lá estiveram?

A geração protagonista, do “vai lá e faz”, deu sinais de que é, sim, um ser político. Mas o que mais está por trás dessa era onde o mundo todo está se expressando a favor de mudanças?

Acreditamos que está mais do que na hora de se falar sobre Jovens + Política + Sonhos. Motivados pela inquietude e pela responsabilidade que sentimos como empresa que se propõe a entender o jovem, lançamos o Sonho Brasileiro da Política. Uma pesquisa que tem suas origens em 2011, com o primeiro estudo Sonho Brasileiro.

Desde outubro trabalhamos no desenho do novo projeto e na captação de recursos para que o projeto seja bancado 100% por pessoas físicas. Colocamos o time em campo em janeiro para a realização desse novo projeto, mesmo sem ter levantado todo o dinheiro que precisamos para a realização do projeto.

Uma pesquisa nacional, suprapartidária e sem fins lucrativos, o Sonho Brasileiro da Política terá todo o seu resultado disponível publicamente e acessível de forma simples e direta. Nosso objetivo é contribuir para o debate político, disseminando as ideias e ações dos jovens. Nossa fase qualitativa já passou por Belém, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo. Você já pode ter um gostinho de nossas viagens no blog sonhobrasileirodapolitica.com.br.

Ainda temos muita estrada e trabalho pela frente. Se você, como a gente, deseja ver uma nova pesquisa no ar ainda em setembro desse ano, faça parte desse movimento. Qualquer pessoa pode colaborar – os valores vão de R$ 10,00 a R$ 5.000,00 – e receber algo em troca além da pesquisa.

Nossa campanha de financiamento coletivo está no Catarse e quer arrecadar R$ 200 mil reais (a maior meta da plataforma até hoje!). O projeto todo custa R$ 800 mil e até agora conseguimos captar aproximadamente R$ 550 mil, apenas com doações de pessoas físicas. Sabemos que é um valor alto, e mesmo assim não estamos tendo lucro algum! Tudo isso serve para custear a pesquisa. Os R$ 200 mil servem para darmos mais corpo à fase quantitativa, lançarmos uma plataforma online para disseminação dos resultados e ajudar com os custos da pesquisa qualitativa. Destes R$ 200 mil, parte tem uma destinação para os custos financeiros do Catarse e parte vai para pagar a produção e envio das contrapartidas dos apoios.

 

Para tratar de política, precisamos de uma isenção que só é possível com um financiamento independente. Além disso, o Catarse é mais do que uma ferramenta de viabilização de projeto, é um reflexo do que acreditamos: participação, transparência e colaboração. Apoie, compartilhe, faça parte do Sonho Brasileiro da Política. A gente conta com o envolvimento do jovem brasileiro nessa causa que é de todos: a ressignificação da nossa política.

Outras leituras:

Acompanhe nosso blog para saber das histórias que colhemos em campo. Algumas já estão lá:

Hacker Lab: paredes rabiscadas, post-its  e a cultura hacker quebram a monotonia dentro da Câmara dos Deputados.

Meu Rio: cidadãos conectados fazendo a diferença em políticas públicas locais com alguns cliques e muita mobilização.

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>