Arquivos de: marimessias

Comportamento
07 de agosto de 2013 por marimessias

Leve-me pra sair

Leve-me pra sair é um documentário do Coletivo Lumika, sobre um grupo de adolescentes gays de São Paulo e suas visões de mundo.

É bem legal e foi uma indicação foi do José Agripino, lá no grupo da Box no Facebook.

1 Comentário
Comportamento, Tecnologia
06 de agosto de 2013 por marimessias

Smartificial

Vivemos em um mundo onde gadgets são, cada vez mais, uma espécie de extensão dos nossos corpos e mentes. Por isso, parece apenas inevitável vislumbrar futuros onde seremos, mesmo, apenas um com a tecnologia.

E o grande agente dessa transformação talvez seja a necessidade de antecipação de informações, que se desenrola na produção e consumo de conteúdo que acontece o tempo todo, em todos os lugares.

Todo esse fluxo e ritmo aparecem ditados por uma tecnologia que alia suas preocupações com o mundo com informações sobre o hiperlocal, de forma que eu possa estar – e saber – sobre tudo sempre.

O inebriante sabor da onipresença é um poderoso reflexo da tendência SMARTIFICIAL.

Nela, sensores e conteúdo geolocalizável são vetores de uma sociedade mais inteligente, e “the Internet of things” tornará possível prover conteúdo relevante para cada situação e necessidade a ser vivida.

Esse crescente interesse pelo controle das realidades que vivemos é o que impulsiona exemplos como as camisetas da OMsignal, capazes de monitorar respiração, movimentação e taxas cardíacas. As camisetas enviam esses dados para aplicativos que cuidam da saúde de quem as veste, alertando sobre possível stress, desgaste e até alterações de humor.

Outro gadget que ajuda a cuidar da saúde, além de apresentar recursos mais básicos de um smartphone, é o Emopulse. Um tipo de relógio/bracelete que permite enviar e receber ligações e mensagens, usar internet e, claro, monitorar os níveis de stress e relaxamento.

SEXYFICIAL

O mais curioso de Smartificial talvez seja sua captação extremamente rápida pelo mercado erótico. Curioso, mas previsível, né, já que diz respeito ao corpo. E sexo está diretamente ligado a saúde do corpo, mais ou menos como o pessoal do PSIgasm defende.

Um bom exemplo de como Sexyficial é uma demanda real é o smart vibrator Vibease. O Vibease é um projeto do Indie Go Go que já superou em quase quatro vezes o valor pedido (e o tempo ainda nem terminou)! Mais que apenas um vibrador controlado por um aplicativo, o Vibease cria um tipo de atmosfera, com histórias temáticas.

Além disso, a possibilidade de controlar por um aplicativo tem agradado aos casais que tem relacionamento a distância.

Outra iniciativa que tem chamado a atenção dos casais que não moram na mesma cidade são as roupas intimas controladas por smartphone, criadas pela Durex. As peças tem sensores estratégicos, também controlados por smartphones.

E pra provar que não está brincando, a marca fez um tipo de test drive em vídeo, vê aí:

Mas, calma. Isso é só o começo.

Já existem coisas como o primeiro filme pornô onde a estrela é o Google Glass. E isso que o filme tem no elenco ninguém menos que o James Deen e a Andy San Dimas, e foi apoiado pela MiKandi, a maior app store para adultos (esses eufemismos).

O vídeo é super engraçado, mas a vibe é mais ou menos como no Crash, aquele filme do Cronenberg. Os recursos como reconhecimento facil (ou até aprovação de perfomance) são apenas um detalhe para a possibilidade de criação de uma realidade virtual pornô, como o PSFK chama atenção. Isso permitiria que uma pessoa fizesse sexo com uma pessoa que ela sempre quis fazer, mas que nunca rolaria (no caso de 90% das mulheres que eu conheço, essa pessoa seria o James Deen, mesmo).

Enfim, se tu quiser saber mais, vale ler o artigo do Medium: “I Banged James Deen #ThroughGlass” ou ver o vídeo.

 

1 Comentário
Nada a Ver
02 de agosto de 2013 por marimessias

Melhores links da semana

Bradley Manning, responsável por muitos dos cabos mais famosos publicados pelo Wikileaks, foi condenado como “espião”, ainda que tenha sido absolvido da acusação de “traidor”. Para saber um pouco mais sobre por quais motivos Manning foi condenado, vale rever nosso infográfico sobre o Wikileaks.

Ainda sobre Wikileaks, o asilo russo de Snowden pode tornar relações entre os países mais conturbadas, acreditam os especialistas (sempre eles).

No Brasil, as manifestações seguem: BH ocupou a prefeitura, RJ acampou em frente a casa do governador, SP voltou pras ruas e POA disse que não desiste do Passe Livre.

Nos 20 anos da chacina da candelária, sobrevivente aproveita para escrever uma carta contando seu lado da história.

Aliás: Cadê o Amarildo, ein?

Dilma enfrentou oposição de religiosos e sancionou uma lei que estabelece garantias à mulher vítima de violência sexual (é, eu também achei que essa lei já existia).

Uruguai, depois de acabar com as mortes por aborto, legaliza maconha.

Essa semana, também, o Google lançou o Chromecast, dispositivo de Tv on Demand.

E tem o Little Free Libraries, projeto mais simpático do momento no kickstarter. A ideia é espalhar pequenas bibliotecas por São Francisco.

Por falar em kickstarter, Marina Abramovic colocou a criação do MAI - Marina Abramovic Institute of Performance Art no catarse.

E já que falamos em performance, hoje sai o doc da HBO sobre a performance de 6 horas do Jay-Z rapping Picasso Baby em uma galeria em NY.

A dica aos empreendedores é esse documentário sobre jovens empreendedores e o mindset prático da nova geração.

Comentaristas de portal!

Comente
Nada a Ver
29 de julho de 2013 por marimessias

Vintage WTF

Vintage WTF é o tumblr recém criado pelo pessoal do Retronaut que reúne, isso mesmo, as fotos mais WTF do passado.

Comente
Comportamento, Design
15 de julho de 2013 por marimessias

Banco com vibe de restaurante

Chianti Banca se uniu aos designers da DINN! para criar uma ambientação que evocasse o espírito de um restaurante da Toscana. Nada de diferente, até aí, não fosse Chianti Banca um dos maiores bancos de crédito cooperativo na Itália (e o maior da região da… Toscana!)

A ideia deles foi criar um ambiente menos tenso, capaz de estimular confiança e intimidade, sem perder a identidade mega informal, característica do país. Pra isso, eles investiram nos materiais naturais e numa paleta de cores reconfortantes.

Comente
Comunicação, Nada a Ver
15 de julho de 2013 por marimessias

Da um abracinho aqui

http://youtu.be/V01nbPdWmAg

O Outback Brasil criou essa cadeira que, conectada com o Facebook do aniversariante, transforma as felicitações da timeline em abraços. Como assim? A cadeira tem bracinhos e um tablet ligado nela. É.

Vale só pela bizarria, vai.

1 Comentário
Arte
15 de julho de 2013 por marimessias

Rua da Padaria

A Bruna Beber, que já nos disse seu poema brasileiro favorito, está lançando livro novo. Se liguem no belíssimo trailer. O lançamento em SP é nesse dia 18 as 19h, no Espaço da Revista Cult.

 

Comente
Nada a Ver
12 de julho de 2013 por marimessias

Melhores Links da Semana

Jornal O Globo revelou esquema de espionagem dos Estados Unidos no Brasil.

As lágrimas do Dustin Hoffman fizeram muita gente descobrir o machismo.

SP é a cidade com maior índice de perturbações mentais do mundo.

Em Porto Alegre: Mercado Público pegou fogo e manifestantes ocupam a Câmara.

No RJ: Diretor da Anistia Internacional Brasil sofre violência policial.

Antropóloga detecta aumento de neonazistas no País.

Primeiro planeta distante a ser visto em cores é azul.

Daniel Pellizzari fala sobre seu processo criativo.

99 problems (spoiler: a bitch aint one).

Comente
Design, Goody
05 de julho de 2013 por marimessias

Capacete descartável

Pensando na galera que usa bike sharing, e raramente ta de capacete, os estudantes da Royal College of Art,  Bobby PetersenTom Gottelier e Ed Thomas criaram um capacete realmente resistente, feito de polpa de celulose reciclada e biodegradável.

Aqui tem mais infos.

1 Comentário
Comportamento
01 de julho de 2013 por marimessias

Cartografia Afetiva das Manifestações

Está no ar o resultado da Cartografia Afetiva criada pela Talk Inc. A pesquisa perguntou quais emoções e sentimentos estavam ligados às manifestações que começaram com o Movimento Passe Livre e, posteriormente, tomaram o país de maneira mais diversa.

A ideia da Cartografia Afetiva não é formar uma opinião mas fomentar a discussão. Não existe o jeito certo de ler esse mapa, alimentado por notícias, opiniões em blogs, videos e vozes de especialistas.

A riqueza disso tudo é que esse momento do país fez a mente sentir e o coração refletir, comprovando que apatia não combina conosco!

 

1 Comentário